quinta-feira, 19 de maio de 2016

Branco


Uma pedra solta em terra molhada
A brisa que entra deste mar revolto
Espuma branca nas ondas
Um navegar
Pisar sem deixar rasto
Ou lembrança apenas
Seja de mudança ou crença
Ou simples olhar
Afinal o mundo não desaba
Nem o olhar termina aqui
Um dia vou voltar
Descalço por esta praia
De areia fina e sem pedra
Que me possa magoar

Um comentário:

  1. Teremos sempre uma pedra no sapato. Gostei muito. Um abraço com carinho

    ResponderExcluir